A Matemática como um hobby

Esse blog vai sempre focar em estatística e econometria, mas a matemática tem sua conexão com essas duas disciplinas, sendo assim, eu, graduado em Licenciatura em Matemática, obviamente vou falar dela.

Eu sempre notei que as pessoas não conseguem entender o amor aos números. Sempre sobram comentários em tons de brincadeira, mas muitas vezes sobram comentários sérios. Eu não ligo para as brincadeiras porque senso de humor não falta em mim e eu sou o que mais encho todo mundo com brincadeiras. Mas comecei a achar interessante o quanto as pessoas não conseguem entender o prazer em estudar e ler sobre matemática. Que o “vício” por números é igual ao vício por futebol, música, livros em geral, etc. Que a matemática pode ser um hobby e não tem nada de errado nisso. Não sou menos feliz porque meu hobby são os números. Na verdade, acho que sou até mais feliz porque sou pago para trabalhar com isso. Imagine você corinthiano fanático sendo pago para assistir seu time? Você cinéfilo sendo pago para ir ao cinema em todo lançamento? É o sonho!

Correndo o risco de ser taxado de nerd sem vida virgem esquisito, para mim é isso, eu seria o corinthiano sendo pago para ver o coringão em campo ou o cinéfilo sendo pago para ir ver os lançamentos da Marvel ou o novo Star Wars. Esse sentimento é bom pra c…!!!

Pensando nisso, lancei uma pergunta no Quora que dizia: “Eu gosto muito de Matemática e as pessoas não entendem isso. Como eu posso explicar que isso pode ser um hobby?”

As opiniões e experiências compartilhadas não decepcionaram:

I really enjoy Math…

Alguns dos meus trechos preferidos:

“As pessoas enxergavam a matemática como se fosse algo a 180° de arte, mas não era. A matemática também abraça os ideais de harmonia, balanço, estrutura e elegância na expressão. Há forma, significado, filosofia e surpresa lá também. Eu disse a eles que existe tanta beleza em matemática quanto em qualquer lugar que eu já tenha perseguido…”

“As pessoas têm todos os tipos de hobbies, alguns, honestamente, bizarros. Você consegue imaginar ser tão fascinado pelos rótulos das comidas enlatadas e gastar todo seu tempo livre coletando, preservando e catalogando rótulos de comidas enlatadas? Eu aposto que isso é o hobbie de alguém… Mas se as pessoas não conseguem entender por que e como a matemática é um objeto de fascinação seu, eu diria que essas pessoas não pegaram a natureza real da matemática. A matemática, assim como lógica, é bela… 

nós vivemos em uma sociedade onde colecionar bonecas da barbie é um hobbie aceitável mas matemática é um hobbie que leva à chacota?”

“O ato de desacelerar e dedicar um esforço mental real a uma tarefa é algo que deixa a maioria das pessoas… desconfortável, para dizer o mínimo.
Eu não quero dizer algo tão elitista quanto sugerir que a matemática está além da maioria das pessoas, porque não está. Eu só quero dizer que a maioria das pessoas não entende porque alguém colocaria tanto esforço em qualquer coisa. Nós nos tornamos viciados em emoções baratas e no encanto de recompensas imediatas.”
Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s