Primeiros Passos em Probabilidade

O QUE É PROBABILIDADE?

Produzi muito mais material de programação do que de estatística, por motivos óbvios: mais da metade do tempo gasto no trabalho é tratando as bases de dados. Isso é normal para qualquer um que trabalhe com modelagem estatística ou qualquer outro trabalho que utilize um volume grande de dados.

Por causa disso, acabei deixando um tema muito importante de fora: probabilidade!

Probabilidade é uma medida que varia de zero a um e que indica a chance de um evento ocorrer. Sendo que zero indica que não há chances do evento ocorrer e um indica que o evento ocorrerá com certeza.

Para se medir a probabilidade de um evento específico ocorrer devemos medir o número de vezes que este evento pode ocorrer pelo número total de eventos que podem ocorrer.

Exemplo 1: Qual a probabilidade de sair cara em um lançamento de uma moeda honesta?

Temos o evento cara, ou seja, um evento. E temos um total de dois eventos, pois o lançamento pode resultar em cara ou coroa. Logo, a resposta é:

1/2 = 0,5

Exemplo 2: Qual a probabilidade de tirarmos um número par no lançamento de um dado honesto?

O número de vezes que o evento ocorrer são 3, pois tiraremos um número par quando obtivermos o número 2, 4 ou 6 no lançamento.

O total de eventos que pode ocorrer é 6, pois podemos tirar 1, 2, 3, 4, 5 ou 6 no lançamento.

Sendo assim, a resposta é 3/6 = 1/2 = 0,5.

ESPAÇO AMOSTRAL

Note que você foi introduzido – sem notar – a um conceito novo que é amplamente utilizados na estatística: o espaço amostral.

Espaço amostral é o conjunto de todos eventos que podem ocorrer em um experimento. Por exemplo, o espaço amostral no lançamento de uma moeda é um conjunto de 2 elementos: cara e coroa. No caso do lançamento de um dado, o espaço amostral possui 6 elementos, os números 1, 2, 3, 4, 5 e 6.

O espaço amostral é usualmente denotado pela letra grega omega: Ω. Porém, em alguns casos você pode encontrar a letra U também, derivada do conceito de Universo.

Dado um espaço amostral Ω = {ω1, ω2, … , ωn}, onde ωi se refere ao evento i do experimento, P(ω) é a probabilidade do evento ω ocorrer.

Exemplo 3: Temos uma caixa com 3 bolas vermelhas, 5 bolas amarelas e 7 bolas verdes dentro. Qual o espaço amostral do experimento? Qual a probabilidade de eu tirar uma bola vermelha? E uma amarela? E uma verde? Qual cor tem mais chance de sair em uma retirada?

Ω = {vermelha, vermelha, vermelha, amarela, amarela, amarela, amarela, amarela, verde, verde, verde, verde, verde, verde, verde}

P(vermelho) = 3 / (3+5+7) = 3/15 = 1/5

P(amarela) = 5 / (3+5+7) = 5/15 = 1/3

P(verde) = 3 / (3+5+7) = 7/15

Note que a probabilidade de sair verde é maior que as demais. O que é bem intuitivo, afinal temos mais bolas verdes na caixa.

Simples não?

Lembre-se sempre da fórmula abaixo:

P(A) = N° de vezes que A ocorre / N° Total de Eventos que ocorrem

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s