Paradoxo de Simpson

O paradoxo de Simpson é um caso em que quando examinamos grupos diferentes observamos uma tendência que se altera quando combinamos estes grupos.

Um exemplo clássico é o caso de admissão de mulheres na Universidade de Berkeley. Acreditava-se que as mulheres estavam sendo discriminadas na admissão, pois o percentual de mulheres admitidas era muito menor que o percentual de homens, conforme podemos observar na tabela abaixo:

paradoxo_1

Entretanto, quando a análise era feita por departamento, isto não ocorria. A tabela abaixo apresenta os dados dos seis maiores departamentos da universidade, veja que dos 6, em apenas 2 o percentual de homens admitidos era menor:

paradoxo_2

A interpretação equivocada ocorreu porque havia maior concentração de mulheres aplicando em departamentos com menor taxa de admissão.

Isso ocorre simplesmente porque existe uma variável que se correlaciona tanto com a variável dependente quanto com a independente. Em outras palavras, é mais um caso de viés de variável omitida.

Obs.: Variável omitida é uma variável não considerada/avaliada por quem está fazendo a pesquisa. Esta variável é incorporada ao erro, porém, se uma variável importante é deixada de fora do modelo, o modelo poderá ter seus estimadores com viés e inconsistentes.

 

 

Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s